Mesa Redonda Trajetórias de Mulheres Negras em Lages/SC: Desafios, Experiências e Conquistas

           No dia 01/04 (segunda-feira), no auditório do Centro de Ciências Jurídicas foi realizada a mesa redonda Trajetórias de mulheres negras em Lages/SC: desafios, experiências e conquistas, promovida pelo Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígena Negro e Educação, da Universidade do Planalto Catarinense, em parceria com o GECAL - Grupo Gênero, Educação e Cidadania na América Latina, do programa de pós-graduação em Educação da referida universidade.

O debate se faz importante para a comunidade acadêmica, uma vez que apresenta a intersecção gênero e raça, abrindo espaço para que as próprias mulheres compartilhem suas experiências, desafios e conquistas ao longo de suas histórias.

As palestrantes Palmira Tytula Kalembela (angolana – estudante do curso de Engenharia Ambiental do CAV), Janaina de Liz (mestranda em Bioética e militante em movimentos sociais), Flávia Curvello (fisioterapeuta) e Mãe Leni de Yemanja (ialorixá de terreiro de umbanda); quatro mulheres negras com trajetórias e experiências diferentes falaram a um público de 140 pessoas sobre os desafios e conquistas de ser mulher negra na cidade de Lages. As falas tiveram início as 19h15min e finalizaram com um debate com o público às 10h30min.

Na entrada do auditório, o NEAB, em parceria com o Obatalá – Movimento Negro de Lages, organizou a exposição Intelectuais Negras – Mulheres que inspiram. Com biografas curtas e fotografias de mulheres brasileiras e estrangeiras, a exposição tem como objetivo reconhecer e dar visibilidade a estas personalidades que, de alguma forma dentro de suas áreas, contribuíram para a valorização da cultura e história africana ou afro-diaspórica e para o enfrentamento do racismo e machismo em nossa sociedade.

O NEAB avalia que o evento teve o resultado esperado: ocupar o espaço da universidade com falas de empoderamento da mulher negra. A avaliação dos participantes também salientou a importância destes eventos para a comunidade.

 

Objetivo geral

Discutir experiências e o papel da mulher negra na sociedade, especificamente na cidade de Lages

Objetivos específicos

- Reconhecer que atualmente as mulheres negras continuam sofrendo preconceitos na nossa sociedade e, a partir dessa realidade discutir possibilidades de empoderamento. 

- Possibilitar uma reflexão sobre as diferentes trajetórias de mulheres negras no campo profissional, religioso, étnico e de gênero.

- Compreender os entraves que o corpo negro esteticamente e politicamente impacta na vida pessoal e profissional destas mulheres.

Fone: 55 49 32511022
Av. Castelo Branco, nº170, Bairro Universitário - Lages - SC - Brasil
© 2019 - Universidade do Planalto Catarinense, desenvolvido por: Al-Wi Tecnologia